Viaje Para Israel » Banias em Cesaria

Cel/WhatsApp/Telegram: (011) 95329-7733 - (011) 3101-9064  

COMPARTILHE |         |

Share this on WhatsApp

Banias em Cesaria

banias-1 banias-2 banias-3

Banias é uma cidade fonte conhecida como Fanium ou Panias (de Pan, o deus grego dos pastores e rebanhos). No passado havia uma grande fonte oriunda de uma caverna na pedra calcária, abastecida pelo ribeiro conhecido como Nahal Senir. O Rio Jordão se abastece desta fonte e de mais outras duas que nascem nas bases do Monte Hermon. O nível da fonte está bem baixo nos dias de hoje, e isto se deve provavelmente à desflorestação do Monte Hermon ou aos constantes movimentos das camadas geológicas na região, assolada por constantes terremotos. A água não transborda mais da caverna, mas transborda por baixo.

Banias teve o seu primeiro período durante o Helenismo, sob a dinastia dos Ptolomeus, no século III a.C. , construindo aqui uma local para culto ao sul de Dã.

Este local não aparece na história do Velho Testamento, mas é identificado como Baal-Gad e provavelmente como Laish (Tel Dan) como é indicado. Este local era certamente uma grande local de culto a vários deuses, mas o local foi preparado originalmente para a adoração ao deus Pan, principalmente a caverna que alimentava com suas águas o Rio Jordão.

O historiador romano Políbio, em “Ascensão do Império Romano”, menciona uma Batalha de Panio, travada em 198 a.C. entre os exércitos macedônicos do Egito ptolomaico e os gregos selêucidas da Coele-Síria, conduzidos por Antíoco III.1 2 3 A vitória de Antíoco consolidou o controle selêucida sobre a Fenícia, Galileia Samaria e Judeia até a Revolta dos Macabeus. Foram esses selêucidas helenizados que construíram um templo pagão dedicado a Pan, em Paneas.

Flávio Josefo menciona que o imperador romano Augusto deu Paneas para o filho do Rei Herodes, Filipe, que governou a área, expandindo-a e chamando-a de Cesareia de Filipe (não confundir com Cesareia Marítima na costa do Mediterrâneo). Em 61, o Rei Herodes Agripa II rebatizou o local de “Neronias” em homenagem ao imperador romano Nero, mas este nome somente resistiu até o ano de 68 AD.

Em 20 a.C., a região do Banias foi anexada ao império de Herodes o Grande, que ergueu ali um templo em homenagem ao seu patrono. No ano de 2 a.C., Herodes Filipe fundou a cidade pagã e a chamou de Cesareia de Filipe (em homenagem a Augusto (r.27 a.C.-14 d.C.). No passado esta também havia sido a capital de um extenso reino que incluía o Golan e o Hauran. Fontes contemporâneas afirmam ser esta cidade a “Cesareia Panias” no Novo Testamento e nela Filipe havia sido criticado por suas práticas pagãs. Neste local foi encontrada uma moeda com seu rosto, o que também era considerado uma prática pagã.

Durante a revolta judaica entre 66-70 AD, os romanos capturaram os judeus de Panias. Em 70 AD, após a revolta ter sido reprimida, foram realizados jogos em comemoração da vitoria de Tito, e muitos dos judeus capturados foram mortos, mas a comunidade judaica ali conseguiu sobreviver. Banias foi mencionado no Talmude como um lugar habitado por judeus distintos e instruídos.

No século XI, durante as Cruzadas, Banias foi um centro de adoração no Reino de Jerusalém até que foi capturada por Nur ad-Din, em 1164.

Fonte: Wikipédia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

COMPARTILHE

                                 

ENDEREÇO

*Telefones*
Comercial: (011) 3101-9064
Cel/WhatsApp: (011) 95329-7733