Viaje Para Israel » O DIA DE JERUSALEM

Cel/WhatsApp/Telegram: (011) 95329-7733 - (011) 3101-9064  

COMPARTILHE |         |

Share this on WhatsApp

O DIA DE JERUSALEM

DIA DE JERUSALEM.

O Dia de Jerusalem(Yom Yerushalayim)  e um Feriado nacional Israelense que comemora a reunificacao de Jerusalem e o estabelecimento do controle israelense sobre a Cidade Velha ,em Junho de 1967.o Rabinato Chefe de Israel declarou em Jerusalem ,Dia de feriado religioso,a fim de agradecer a Deus pela vitoria na Guerra dos Seis dias e pela resposta da oracao feita por 2000 anos de “ano que vem em Jerusalem”

Nas escolas em todo o Pais ensinam aos seus alunos o significado de Jerusalem, realizam festivais e o dia e marcado tambem nas escolas judaicas de todo o mundo

Na partilha da ONU em 1947,propunha uma criacao de dois estados na Palestina,um Judeu e outro Arabe,Jerusalem seria uma Cidade Neutra,independente, uma cidade Internacional,nem arabes nem judeus teria exclusividade por um periodo de dez anos,em um referendo que determinaria aos residentes de jerusalem em qual pais eles queriam aderir. a lideranca Judaica aceitou o plano incluindo a internacionalizacao de Jerusalem.mas os arabes rejeitaram.

Assim que Israel declarou sua independencia em 1948,foi atacado em massa por paises arabes vizinhos, a Jordania tomou o leste de Jerusalem e a Cidade velha,os Israelenses fizeram um esforco para desaloja-los mais nao tiveram sucesso.ate o final de 1948 na Guerra arabe israelenses ,Jerusalem ficou dividida entre Israel e a Jordania. A cidade velha e Jerusalem Oriental continuaram ocupados pela Jordania,os habitantes judeus foram expulsos da cidade e suas sinagogas queimadas.

Sob o controle Jordaniano,metade da Cidade velha e sinagogas foram destruidas e o cemiterio judeu no monte das oliveiras foi saqueado e seus tumulos foram usados como paralelepipedos.

Essa situacao mudou em 1967 como resultado da Guerra dos seis dias,antes do inicio da Guerra ,israel enviou uma mensagem ao rei Hussein da Jordania,dizendo que Israel nao iria atacar Jerusalem na Cisjordania,enquanto a frente da Jordania ficasse quieta,devido a pressao egipicia e com base em relatorios de inteligencia enganosa,o Rei da Jordania comecou a atacar os civis em Israel,que respondeu em 06 de junho,abrindo a Frente Oriental,no dia seguinte 7 de junho 1967 ,Israel conquistou a Cidade velha de Jerusalem.

Mais tarde ,naquele dia o ministro da Defesa Moshe Dayan,declarou o que e frequentemente citado durante o Yom Yerusalhayim; Esta manha, as forcas de Defesa de Israel libertaram Jerusalem,Temos Jerusalem unida, a capital dividida de Israel,voltamos para o mais santo dos nossos lugares santos,para nunca mais reparti-la novamente.Para os nossos vizinhos arabes que abrangem essa terra,tambem enfatizamos o nosso Lado de Paz.Para os Cristaos e os cidadaos muculmanos ,desejamos o companheirismo ,garantimos a plena liberdade religiosa e de diretos,Nos nao viemos a Jerusalem por causa dos outros lugares santos, e nao vamos interferir com os adeptos de outras religioes,mas para salvaguardar os seus elementos e viver la junto com os outros,na unidade.

Em 23 de marco de 1998 o Knesset aprovou a lei do Dia de Jerusalem Tornando o dia um Feriado Nacional

Creditos a www.cafetorah.com

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *